Depois de lançar um EP e um single de impacto, o MC se junta ao produtor curitibano Vinícius Nave para criar um novo hit e um belo clipe exaltando suas origens

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 200 milhões de pessoas vivendo nas Américas se identificam como afrodescendentes. Só no Brasil, o último censo apontou que 51% da população do país se vê como negra. Enquanto esse número segue aumentando, cresce também a intolerância religiosa em relação às religiões de matriz africana, negligenciadas e renegadas ao longo de sua história no país.

Em casos recentes registrados em Brasília, 12 terreiros de candomblé foram incendiados no início de 2015. Dados levantados pela Secretaria Nacional de Direitos Humanos pelo disque 100 apontam que 697 casos de intolerância religiosa

foram registrados entre 2011 e dezembro de 2015. Desse número, 71% foi feito contra adeptos de religiões de matrizes africanas. As agressões são verbais em sua maioria e incluem ofensas como “macumbeiro e filho do demônio”, além de pichações em muros, invasões de terreiros e incêndios.

“Busque sua raiz, vai, ou morra pela raiz” 

Buscando valorizar sua cultura, fruto da diáspora causada pela imigração forçada da população de diversos pontos da África à países que se utilizavam da mão de obra escrava, Thiago Miranda, o MC Thiago Elniño, lança o clipe da música “Diáspora”. Agressiva, a letra enaltece as raízes de Elniño em uma rima repleta de referências aos orixás e história negra fundidas com gírias e fatos cotidianos. É também um convite para que o público deixe o medo ou falta de oportunidade de lado e se aproxime dos elementos da cultura e religiões de matrizes africanas. 

O beat é de Vinícius Nave, que antes já havia trabalhado em produções repletas de referências com tambores e cânticos africanos em “Boa Noite”, de Karol Conká, e “Boa Esperança”, de Emicida.

Natural de Volta Redonda, interior do Rio de Janeiro, Elniño esbanja sua evolução, das apresentações esporádicas em festas como a Zoeira Hip-Hop em um passado mais distante ao lançamento de seu último single, “Amigo Branco”, amadurecendo seus versos enquanto encontra seu caminho na história de seus antepassados.

O lançamento do disco de Thiago Elniño, Filhos de Um Deus Que Dança, está programado para o segundo semestre de 2016.

“Todo axé ao povo preto, ao povo santo e a qualquer povo que entenda que o amor é uma inteligência!“ – Thiago Elniño em sua perfil no Facebook.

MAIS:
Thiago Elniño lança EP Cavalos de Briga
#resenha EP Cavalos de Briga

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =