Princess Nokia lança clipe da música “Brujas”

Em tempos de intolerância religiosa como tema do Enem e em que traficantes evangélicos expulsam mães e filhos de santo de comunidades periféricas, se faz mais que necessário o debate da sociedade e o esforço de cada indivíduo para respeitar a crença do próximo, assim como gostaria que sua própria crença fosse respeitada.

Enquanto caminhamos a passos curtos, Princess Nokia (aka Destiny Frasqueri) traz um belíssimo clipe enaltecendo suas origens e crenças, a Santeria e o Iorubá.

image

Dirigido pela própria artista, o vídeo da música “Brujas”, parte do EP 1992, te transporta para um universo que mescla o místico e o urbano, promovendo um mergulho na riqueza cultural gerada pela diáspora africana. De cara, a espiritualidade se mostra como uma das conexões mais fortes com os antepassados, permitindo à muitas pessoas o primeiro contato com suas origens.

Na letra, Princess Nokia descreve uma bruxa atual, ghetto witches, mescladas com a figura que estamos acostumados a ver na literatura e nos desenhos da Disney. Interessante que a imagem da bruxa foi primeiro associada às mulheres de poder, “curandeiras, parteiras, sábias nos usos medicinais das ervas, folhas, raízes, conhecedoras dos mistérios da natureza, da vida e da morte” (do texto “Bruxas modernas. Mulheres de poder, precursoras do feminismo” por Luis Pellegrini, Brasil 247), mas conforme a sociedade se tornava ainda mais patriarcal, principalmente na Idade Média, a figura da bruxa passa a ser criminalizada.

Hoje, a força do feminismo tem trazido a ideia da bruxa de volta, dessa vez como símbolo de empoderamento e com um ponto de vista mais positivo.

“I’m that Blackorican bruja/Straight out from the Yoruba/And my people come from Africa-diaspora Cuba/And you miss that Arawak/ The original people/ I’m that black Native-American I vanquish your evil.”

“Eu sou aquela preta de Porto Rico, bruxa/Que vem direto do Iorubá/E meu povo vem da diáspora africana de Cuba/E você sente falta do Arawak/O povo original/Eu sou aquela preta nativa da América que derrota todo seu mal.”

*Acompanhe a letra completa de “Brujas”


Princess Nokia tem desenvolvido seu trabalho em torno dos invisíveis, dos esquecidos pela sociedade, os marginalizados e luta contra opressões diárias, como os padrões de beleza eurocêntricos, usando a doçura de sua voz contra a opressão. Enquanto o ouvinte vacila e se distrai com o tom suave da cantora, as palavras promovem um verdadeiro abalo sísmico na mente.   

Gostou do clipe da Princess Nokia? Conheça e ouça também a música das irmãs franco-cubanas Ibeyi e do MC do Rio de Janeiro, Thiago ElNiño.

MAIS:
Thiago Elniño convida ouvinte a buscar raiz em diáspora
Show da dupla Ibeyi agita público em SP