3 coisas que você perdeu no BET Awards 2016

O domingo foi marcado pelo BET Awards, simplesmente o maior prêmio da cultura negra norte-americana. Apesar de ser um evento que rola na tv, ontem a tecnologia ajudou muito, e assim que rolava um grande discurso ou uma grande apresentação, o vídeo já estava online no site do prêmio.

E a noite foi recheada de acontecimentos, entre eles homenagens, discursos acalorados sobre apropriação cultural, grandes encontros no palco e muita celebração. Por isso reunimos 3 grandes momentos que você definitivamente deveria ter visto, mas se perdeu, cá estamos nós para te ajudar.

Vai vendo.

image


3.

O discurso do ator e ativista Jesse Williams

Conhecido principalmente pleo trabalho na série de Shonda Rhimes, Grey’s Anatomy, o ator Jesse Williams tem lutado há muito tempo por igualdade racial. Esteve presente no movimento Black Lives Matter e antes disso participou de debates e entrevistas sobre o negro na sociedade americana, utilizando todo o espaço que um negro de pele clara consegue em relação aos de pele escura.

No BET Awards venceu o prêmio Humanitarian Awards pelo trabalho de conscientização que vem fazendo ao longo dos anos e roubou a cena com um discurso dos mais impactantes vistos nas últimas premiações americanas. Jesse dedicou o prêmio às mulheres negras, às vítimas da brutalidade policial que marcou Eric Garner, Tamir Rice, Rekia Boyd,Sandra Bland e Darrien Hunt e puxou a orelha de quem enriquece e se preocupa mais em estampar marcas comerciais, esquecendo ou ignorando as marcas deixadas para sempre na comunidade negra há tantos anos. Uma verdadeira aula. 

ASSISTA: http://www.bet.com/video/betawards/2016/acceptance-speeches/jesse-williams-receives-humanitarian-award.html

image

2. 

As diversas homenagens prestadas ao astro pop, Prince


As homenagens foram de todos os tamanhos e gostos, mas duas saltaram aos olhos. A primeira reuniu a cantora gospel Jennifer Hudson, o mestre Stevie Wonder e a novata Tori Kelly. Quem roubou a cena foi a força vocal carregada de gospel que transformou a premiação em um culto em celebração a vida de Prince.

Outra grande apresentação foi a que juntou The Roots, Erykah Badu e o cantor Bilal (conhecido por seu trabalho solo e como compositor e produtor). Além de marcante, nos fez relembrar das extravagantes apresentações de Prince com uma entrega de Bilal, que terminou a música no chão, quase sem camisa e fôlego. Incrível!  

ASSISTA: http://www.bet.com/video/betawards/2016/performances/the-roots-erykah-badu-bilal-prince-tribute.html (The Roots com Erykah Badu e Bilal)

ASSISTA: http://www.bet.com/video/betawards/2016/performances/stevie-wonder-tori-kelly-jennifer-hudson-prince-tribute.html (J Hud, Tori Kelly e Stevie Wonder) 

image


1. A apresentação de Beyoncé e Kendrick Lamar

Se o BET trouxesse apenas Beyoncé tocando qualquer música do disco Lemonade, já teríamos 16 toneladas no palco. Não contentes, trouxeram Bey e Kendrick Lamar cantando “Freedom”, com direito a espelho d´água no palco, dançarinas e uma interação de tirar o fôlego entre a cantora e o rapper.

Se você é do time a apresentação do SuperBowl (que Beyoncé cantou “Formation”) é a melhor e nunca será superada, pare, assista esse vídeo e pense de novo. E de novo.

ASSISTA: http://www.bet.com/video/betawards/2016/performances/beyonce-kendrick-lamar-freedom.html

LEIA MAIS:

Jesse Williams, o BET Awards 2016 e o poder do discurso com conteúdo


#clipe Se a coisa tá preta, a coisa tá é bem boa!  
Especial Consciência Negra: Faça a Coisa Certa