image


por Camila Rosa

Nesta terça, saiu o segundo disco da Brisa de La Cordillera a.k.a BrisaFlow – MC mineira radicada em São Paulo desde 2012. O novo trabalho, Newen, que na língua Mapuche significa “força”, vem cheio de referências indígenas. Uma das questões motivadoras para essa referência são as origens de Brisa, filha de artesãos chilenos.

No total são 8 músicas inéditas com a já conhecida “As de Cem”, que fala sobre a correria e dificuldades das minas em fazer virar os seus trampos. No geral, o álbum traz a perspectiva de uma mulher sendo livre, descobrindo seu corpo, se libertando sexualmente, profissionalmente e ganhando o mundo – afinal nós estamos aqui, quer queiram ou não.

“O jogo ainda não virou, mas vai virar
 O mundo gira, tempo dirá
 Nós queremos as de Cem, isso é nosso também
 (Faz) tempo que assistimos só você se dar bem”

O disco, que tem direção de Diamantee e mixagem de GIANT e Dia, foi feito em parceria com daChocolate Studio e GIANT Produções, e a master ficou na mão do Luís Lopes (FlapC4)

Destaque para dois sons: “Dá um zoom” e “Volúpia”. Ouve aí e conta pra gente qual você curtiu mais!

Pra baixar:
https://onerpm.com/disco/album&album_number=8067796080

Sem mais demora, ouça o disco na íntegra:

*Disponível também nas plataformas digitais: Spotify, Deezer e Itunes.

MAIS:
Brisa Flow lança single “Se Quiser Ir”
Brisa Flow part. Will, “Acaso”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =