Após tomar o rap game de assalto com uma música que tratava do apagamento das mulheres no gênero, a “tia” volta com mais uma pedrada que promete agitar as mentes fechadas

image

Foi há dois meses que a MC Lívia Cruz começou a ter uma projeção diferente, além do alcance de sua música, passando a ganhar status de estrela no Youtube. Tudo começou com a gravação do som “Eu Tava Lá”, em que fala do apagamento das mulheres no rap. A música gerou tanta repercussão que fez com que Livia criasse um vídeo explicando sua música, em Papo Reto “Eu Tava Lá”. Dali em diante, a MC começou a gravar respostas, reactions e seus vídeos passaram a ser cada vez mais vistos na web.

Nessa quinta-feira, a “tia” lançou um novo single, “Ordem na Classe”, seu primeiro trap, em que mostra um flow diferente que o de costume e uma tonelada de conteúdo. Conversamos com Livia Cruz para entender esse novo momento, a repercussão dos seus vídeos, falar da nova música, o que ela anda ouvindo e saber da história de se chamar de “tia”.

Per Raps: Ficamos muito contentes que as ideias que você tem trocado e disparado nos teus vídeos no Youtube estão mais refletidos em suas letras. Você sentiu que essa pegada mais intensa está mais presente?
Lívia Cruz:
Sim, tenho me questionado muito nos últimos tempos do meu papel no mundo, com a minha família, do que eu quero ser e ter como mulher e me sinto mais segura pra expressar essas coisas nas  minhas letras.

Per Raps: A música “Ordem na Classe” é daquelas letras dignas de explicação no genius.com ou motivo de reaction de outros youtubers. Ela saiu naturalmente ou a ideia era colocar muita referência mesmo?
Lívia Cruz:
Rolou naturalmente mesmo, mas legal que vocês curtiram as referências, tomara que desperte a vontade mesmo nas pessoas de fazer reaction e analisar mais a fundo a letra.

Per Raps: Seus vídeos têm gerado uma repercussão muito boa e trazido questionamentos que talvez nunca tinham sido feitos em voz alta no rap. Pensando nisso, como tem sido a reação das pessoas pessoalmente e no meio digital?
Lívia Cruz:
As pessoas tem me dado um retorno bem legal, se identificam, falam que aprendem, que não tinham pensado sobre aquela ótica antes, é muito importante pra mim os comentários, por que assim a gente constrói o conteúdo de maneira colaborativa e o grande lance é que eu não tenho a pretensão de ser dona das verdades, mas de trazer mais reflexão e buscar fazer as perguntas certas.

Per Raps: E as críticas negativas, tem rolado e, se sim, tem te afetado?
Lívia Cruz:
As críticas negativas tem vindo bastante também, eu tô aprendendo a lidar, nao é fácil, mas eu procuro não levar pro pessoal.

Per Raps: O seu flow em “Ordem na Classe” tá um pouco diferente do que estamos acostumados. Foi uma evolução das tuas skills ou mudou por que tinha mais a ver com a mensagem do som?
Lívia Cruz:
Teve o lance de ser meu primeiro trap, teve o fato das críticas em cima do som “Eu Tava Lá”, sobre meu flow 4X4 old school estar ultrapassado, então eu quis fazer esse som assim, diferente. Não é lance de skills, é desafio.

Per Raps: E esse lance da “tia”, o pessoal te chama de tia mesmo ou foi uma brincadeira que você acabou adotando pra vida?
Lívia Cruz:
Aqui em SP, o povo tá se tratando assim na rua, “seus tio”, “suas tia”, aí com referência na rima do Marechal onde ele fala “respeita o pai”, eu respondi “suas tia tão aqui”. Então pegou, eu não premeditei isso, mas tá engraçado.

Per Raps: A parceria com o Léo Casa1 tem rendido muitos frutos. Como rolou as primeiras ideias desse novo momento e o que mais podemos esperar daí?
Lívia Cruz:
A gente está preparando uns singles e continuaremos alimentando o canal com conteúdo variado, eu tô feliz com a parceria, a gente tem uma sintonia boa de trabalho, não só o Leo, mas toda equipe. Eu tô feliz comigo, com essa fase, eu quero trabalhar mais e mais.

Per Raps: O que você tem ouvido recentemente?
Lívia Cruz:
Eu tenho ouvido religiosamente o disco novo do Rael, os sons do Makalister e muito o disco da Lay.

“Ordem na Classe”

As mina no topo é uma afronta
Essas ideia torta é só pra gente tonta
Tá a fim da fatia da torta, mas só aponta
Numa só tacada eu chutei todas porta
Chamei na responsa, tô pronta

E quem é que paga minhas conta
Seu dedo de gesso, sua língua de trapo
Ou as minhas onça

Rapunzel jogue suas trança
As boazinha, sonsa, mansa, dança
Quem pariu Matheus que balança
Enquanto os mano na balada panca
Volta pra casa e espanca
Essa ferida não estanca
Comigo é sem bandeira branca
Eu nunca joguei na retranca
Bandoleira eu seguro a bronca
Tá na mira toda sua banca
Rappers de plástico made in feira da sulanca
Vocês não esperavam o troco
Pode chorar mais que tá pouco (Chora mais)

Minhas habilidades de twerk eu guardo para o quarto
Desvendando os samples de Kraftwerk eu mandei pra mente um quarto
Me cobraram recato, eu rasguei o contrato
Engoli os sapos e voltei monstra
Pra mostrar, não mosca
Essa sua atuação de MC favelado, merecia um Oscar
Seus carbono do caralho, só sabe copiar (há)
Despia, tão criativo, me mandou voltar pra pia
Cala boca e respeita sua tia

Questionaram a minha técnica
Preocupados com meu flow e métrica
Com meu 4×4 eu passei por cima
Dessas linhas fraca e patética
Bruxa dos mares, destruindo lares
Hypando os bares, dando mais pinta da Angélica
Se eu vou de táxi ou uber, sempre vou com classe
Vim por ordem na classe,
Se esforçaram pra que eu me calasse
Duvidaram que eu disseminasse
Maria Bonita, Anita, Dandara e Candace
Fiz minha prece, tomei um passe
Eu vim do cangaço
Então não dê mais um passo
Pra dizer o que eu posso
Eu vou lá e faço
E quando eu faço, eles dizem que foi fácil  
Eu tô indócil com esse imbecil raso
Pra vocês é um negócio, pra nóis é um legado
Sentei o dedo na caneta e no mic eu cuspi aço
Eles têm medo de buceta
Esses gadin cabaço
Eu já falei que nóis junta é um arregaço
Pena que elas ainda não se ligaram…

Vim pra por ordem na classe
Cala boa e respeita sua tia

MAIS:

Livia Cruz lança música sobre apagamento das mulheres no rap
#clipe Livia Cruz, “Não Foi Em Vão”
Conheça o canal da Livia Cruz no Youtube

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 3 =