A arte de Jamilla Okubo

#entrevista   lilithiz

Para ler ouvindo:

A rede social Pinterest pode ser uma fonte de distração ou de conhecimento, dependendo do seu ponto de vista. Passeando por lá, nos chamou a atenção os desenhos de Jamilla Okubo, uma jovem de 21 anos, de Washington DC (EUA), estudante de design e aspirante a designer têxtil.

O trabalho dela foge dos padrões e é cheio de referências afro. Entramos em contato com Jamilla pra saber mais sobre sua vida e suas inspirações (a moça topou na hora!). Se liga:

Per Raps: O que você gosta de fazer e qual sua inspiração na vida?
Jamilla Okubo: Eu adoro pintar, criar colagens, estampas têxteis e costurar. Quando tenho um tempo livre eu gosto de ficar na internet, visitar blogs e alguns sites. Minha maior inspiração no momento é a música. Recentemente a música tem tido uma grande influência no ritmo do meu trabalho. Eu sempre tenho que ouvir música para definir o tom. Eu também me inspiro em desenhos de moda, filmes black old school e pessoas.

Per Raps: A maioria dos seus desenhos são de mulheres negras, o que te levou a desenhá-las? Você é ativista?
Jamila Okubo: Eu gosto de criar um trabalho que seja controverso e que faça as pessoas pensarem, porque fazer arte é meu jeito de dividir meu conhecimento, minhas experiências, mas não necessariamente me considero ativista.

Eu cresci frequentando escolas predominantemente brancas, com poucos negros. No ensino médio eu fui transferida para outra predominantemente negra, mas na minha escola de arte foi a primeira vez que estive cercada de pessoas de todas as raças. Foi também onde senti pela primeira vez um rico conhecimento sobre a minha cultura: Foi além de abrir meus olhos, foi o começo da criação do que eu gosto de considerar  “black empowering art”. Eu aprendi muito sobre a nossa história (Americana e Diáspora), nossas heranças, e sobre outros artistas negros que existiam que eu nunca tinha ouvido falar.

Há tanta vida na cultura negra, a nossa luta e realizações. Meu trabalho compartilha a beleza, sofrimento e minha compreensão da minha cultura.

Per Raps: “We the people of the black diaspora culture exploration” é uma série de desenhos que você fez. De onde veio a ideia?
Jamilla Okubo: Este projeto começou como uma documentação do início da minha jornada, explorando a cultura negra e sua história. Comecei o projeto com a criação de três estampas inspiradas em Kanga, mostrando meus estágios de exploração da cultura negra. É uma representação do que eu cresci aprendendo, o que eu aprendi com os outros e comigo mesma. Então, por eu amar tecidos e querer criar meu próprio, eu escolhi usar a fábrica Kanga como minha inspiração, pois é uma fábrica popular no Quênia (de onde meu pai é).

Kanga é uma fábrica tradicional do Leste da África e popular no Quênia, é uma estamparia que compartilha conhecimento, escrituras simbólicas, e que muitas vezes representa o sinal dos tempos . As três estampas inspiradas em Kanga  são chamadas “We The People of the Diaspora”, “When There’s a Will, There’s a Way”, e “The Alphabet is an Abolitionist “. (Nós os povos da diáspora “ , “Quando há uma vontade, há um caminho ” e “ O Alfabeto é um abolicionista”.)

Estampa criada para a série IndexNext→ We The People of the Diaspora- Black Culture Exploration

*Estampa criada para a série We The People of the Diaspora

Os títulos de cada canga falam de vários tópicos da comunidade negra: Da escravidão, do direito à educação e de quão bonita é a nossa cultura em geral. Eu tive a ideia das ilustrações porque eu queria ilustrar como as estampas serviam como mensagem e poderiam ser usadas e envoltas em todo o corpo . Para a segunda parte deste projeto espero trazer as ilustrações para a vida e realmente fazer as roupas!

Per Raps: Quais são os outros artistas que inspiram você e também fazem algo pela causa negra?
Jamilla Okubo: Meus artistas favoritos são Mickalene Thomas, Hank Willis Thomas e Yinka Shonibare. Eu conheci esses três artistas indicados pelo meu maravilhoso professor de história, Stanley Squirewell. Seu trabalho foi a maior influência para o desenvolvimento do meu estilo quando eu comecei a levar a pintura a sério. Outros artistas/escritores que também me inspiram são Solange, Curtis Mayfield, Bell Hooks, Sonia Sanchez, e Sun Ra, pra dizer alguns.

+MAIS:
Loja: www.society6.com/jamillaokubo
Blog: www.vivaillajams.tumblr.com
Website: www.cargocollective.com/jamillaokubo