image

por Raphael Morone

É sempre bacana quando, meio que por acaso, você descobre música enquanto assiste um filme. Porém, essa sensação é multiplicada por mil quando filme e música são bons demais. Este é o caso de 7 Cajas, produção paraguaia de 2012 que não fez muito barulho por aqui na época, mas que agora está em cartaz em vários cinemas do Brasil. Papo sério, é uma das melhores produções sulamericanas nos últimos tempos!

7 Cajas se passa em 2005 e conta a história de Victor, garoto de 17 anos que aspira a ser um famoso artista de TV. Sonhando acordado pelas ruas do Mercado 4, em Assunção, onde trabalha como entregador, a vida não parece sinalizar para uma mudança a curto prazo. Surge então uma proposta inusitada: levar sete caixas com conteúdo desconhecido até seu destino final em troca da metade de uma nota de 100 dólares. A outra metade será entregue após completar a tarefa. Daí em diante, uma série de desdobramentos só dificultarão a missão de Victor em busca do dinheiro.

Entre as coisas mais legais da película, ambientação e trilha sonora são destaques. A capital paraguaia é vista toda sob o ângulo dos mercados populares, dos carrinhos de sanduíche tocando cumbia, da polícia sem estrutura e de casas simples de áreas carentes. Permeia também uma constante sensação de olho por olho, dente por dente, de um país que ainda sofre com a desigualdade. Há que salientar também que 7 Cajas é todo falado em jopará, dialeto que mistura o indígena guarani com espanhol, dando um aspecto ainda mais real a obra.

Já a trilha sonora é um capítulo à parte. Amarra história e imagem perfeitamente, e mesmo não aparecendo em todos os momentos, consegue nos fazer sacar um pouco do país vizinho há nove anos atrás. E um dos grandes responsáveis por isso, e é aí onde queríamos chegar, é a banda de rock-funk-rap-cumbia Revolber. Vindos do interior do país, eles são como um Calle 13 de lá, só que mais del rock. Estão no quarto disco, tendo lançado o mais recente, Amoto Lado B, no ano passado. Músicas como Areko 4 Kuña, Mandioca Style, a dubby Mandi`o Sound System e a cumbia-rap Huye Hermano, tema pro 7 Cajas [abaixo], são exemplos incríveis de como os caras são mesmo bons. E isso nos deixa com certa consciência pesada [novamente] por não darmos o devido carinho para a cultura dos países vizinhos. Tá na hora né, Brasil?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + nove =