Heineken mistura conceito de block party e sustentabilidade no centro de SP

image

Texto por Thais Ribeiro

A Heineken anualmente promove eventos e experiências para difundir sua marca. Este ano, a proposta pelo conceito Heineken Block criou uma agenda de eventos, que faz da cidade seu outro grande destaque.

Entendendo o panorama artístico de São Paulo hoje, que é como um grande centro cultural a céu aberto, o Shape Your City seguiu esta tendência para seu evento este ano. Normalmente, movimentos artísticos como a street art já foram mais enquadrados como “ação marginal”, inclusive de apropriação das ruas por um movimento de contracultura.

Hoje, vemos que estas práticas artísticas têm sido incorporadas dentro de uma estratégia de marketing, inclusive das grandes marcas. Isso é bom para arte de rua? É uma discussão abordada há muito tempo, inclusive o filme clássico Wild Style, de 1982, já levantava essa questão, da arte subversiva de rua ser cooptada e comercializada por grandes galerias.

O ano é 2018 e o cenário é outro. As galerias não tiraram a arte da rua, mas hoje investem nela. E o conceito da Heineken Block vai nessa pegada também. 

image

Neste último sábado (03.03), tivemos a chance de assistir o belo show de Tássia Reis e aproveitar as exclusividades do evento. Destacamos alguns pontos altos:

1. A oportunidade de conhecer um lugar inexplorado em São Paulo, a Vila dos Ingleses, que foi construída para abrigar os engenheiros ingleses responsáveis pela construção da estação da Luz e a Estrada de Ferro Santos-Jundiaí. A vila, que é muito bonita e é patrimônio tombado, sediou muito bem todo o evento. 

2. Foi criado um painel para que você colocasse sua garrafa de cerveja vazia. Ao fazer isso, você ganhava uma água e junto um voucher de desconto para usar no Cabify. Ou seja, consumo responsável junto ao conceito de “se beber, não dirija”.

3. Vocês já tiveram a oportunidade de ver como se faz um vinil? Pois é. No evento, o visitante pode acompanhar como é prensado um vinil e levar para casa o disco com a música do artista que se apresenta no dia. Uma das coisas que mais gostamos do evento, sem dúvida!

4. Customização de roupas e objetos pelo artista Tiago Mordix. Você levava algum item como capa de celular, tênis e o artista o personalizava na hora.

5. Ter sua participação numa arte colaborativa. A proposta da Heineken Block junto com SHN, um dos grandes coletivos de arte da atualidade e com grande número de obras espalhadas pela cidade, é fazer um grande mural na empena ao lado da vila, com lambe-lambes criados livremente pelo público ao longo do evento.

image

Para fechar este dia, tivemos a discotecagem do Dj Nyack, famoso por comandar as festas da Discopédia e também por tocar com Emicida, que encerrou com um set festivo e alegre, sempre contemplando a música negra.

A festa foi detalhadamente pensada e produzida. Desde o conceito de consumo sustentável até a democratização dos acessos (e neste caso, em como selecionar o público dentro dessa gratuidade), todos estes são elementos que hoje estão muito em alta no que diz respeito não só às produções culturais tendo a cidade como pano de fundo, mas também ao perfil de público que eventos como esse está formando em São Paulo.

As inscrições para o evento eram abertas no site da marca sempre às quintas-feiras e cada convidado cadastrado teve direito a um acompanhante. Mesmo com o nome na lista, a entrada esteve sujeita à lotação máxima.