Papo de groove: BNegão + Bixiga 70 no Circo Voador

Na última sexta-feira, (15/03) o Bixiga 70 apresentou seu mais recente projeto “Vapor” no palco do Circo, dando sequência a uma série de experiências sonoras que a banda vem colocando em prática nos últimos anos.

Quem conferiu o show pode observar elementos do groove, a força do baixo e muito, mais muito sopro, marcando a potência sonora da banda, que não aposta apenas na cadência das baterias e do peso do baixo, o Bixiga explora a ornamentação sonora com muita classe.

@victormiraglia

No Circo Voador, pude trocar ideia com uma rapaziada que nunca tinha curtido o show da banda e colou só pra ver o BNegão junto dos Seletores de Frequência, mas ficou de cara quando se deparou com a força da banda. Foi definitivamente foda.

Seletores de Frequência & BNegão é a pedida

Mais de 15 anos atrás, quando ouvi “Prioridades” e mais de 10 anos atrás quando ouvi “Essa é pra tocar no Baile”, eu tinha certeza que a potência das rimas do BNegão está totalmente interligada com a força da banda.

O flow de uma das vozes mais icônicas do Brasil, simplesmente casa com o groove que os Seletores de Frequência dão vida. Nesse contexto, eu posso garantir com toda certeza, nessa Sexta-Feira tive a oportunidade de ver um dos maiores encerramentos de turnê no Circo Voador.

“Sintoniza Lá” é um clássico e BNegão é a voz que dá vida a essa mágica, com um esquema de rima que na minha opinião é muito mais vasto do que no Planet Hemp, com todo respeito a banda. Mas sinto que é aqui, que o artista chega no ápice das suas habilidade enquanto rimador.

Infelizmente perdemos a abertura com o Baixa Santo Sound System, mas era possível ver a casa cheia, animada e na expectativa de ver as bandas em alta performance. Nos intervalos a tropa com o MV Hemp chegou junto, tacando só bomba, mantendo a energia lá em cima.

Com certeza, essa ficou pra mim como uma das noites mais memoráveis do Circo Voador, encerrando o verão com chave de ouro. Foi foda.