No episódio 36, olhamos para o funk feito no Brasil, que foi abraçado pelo pop no mundo, mas segue criminalizado em nosso país.

O apresentador Eduardo Ribas (@duardo) recebe a pesquisadora e colaboradora do portal Kondzilla, Fernanda Souza (@correrua_), e Thiago Torres, o Chavoso da USP (@chavosodausp), palestrante, youtuber e estudante de ciências sociais na Universidade Federal de São Paulo.

A fita é que enquanto o funk feito no Brasil ganha o mundo por sua batida e pela ascendente carreira de Anitta, mas ainda vemos artistas como Rennan da Penha sendo perseguidos.

Ou presos como Salvador da Rima, que recentemente foi autuado de forma truculenta e levado para uma delegacia, enquanto era registrado por câmeras de celular.

O funk serve só para entreter enquanto se mostra ameno e palatável ou vai ganhar respeito em sua totalidade, do Mandelão ao funk rave, funk consciente, bregafunk, funknejo, funk da Baixada e todas suas vertentes? Falamos disso e muito mais.

A capa do ep 36 foi feita por Vagner Soares (@vagnerthecreator).
Edição por conta de Helen Menezes (@helenmenezes_), da Voz Ativa Produçōes (@vozativaprod).

Bora apoiar o Per Raps?

Indique o podcast aos amigos e compartilhe nos stories do Instagram ou na sua rede favorita. Chama nóis no Twitter, Instagram e Facebook pra trocar ideia ou mande email para contato@perraps.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 8 =